Veganos pagam mais por refeições em restaurantes

Muitos empreendedores ainda estão avaliando se incluir pratos veganos no cardápio vale realmente a pena.

A verdade é que o número de adeptos do veganismo aumenta a cada dia e não acompanhar essa demanda do mercado pode significar uma grande desvantagem competitiva.

Disponibilizar um menu que atenda aos mais variados gostos é fundamental para qualquer estabelecimento alimentício. Além disso, de acordo com o Vegan Business os veganos pagam mais por refeições e são cliente frequentes.

Se você deseja saber mais sobre essa oportunidade de diferencial de mercado, que pode impulsionar os resultados do seu negócio, continue a leitura e veja como implementar um cardápio vegano.

O que é uma comida vegana?

A comida vegana vai muito além do que uma comida que não tenha carne de animais. Um cardápio vegano é aquele que não contém nada que seja de origem animal e como leites, ovos e mel por exemplo.

Os veganos não consomem nada que seja obtido por meio da exploração ou sofrimento dos animais.

Vegano e vegetariano é a mesma coisa?

O vegetariano tem uma dieta restrita e não consome nenhum tipo de carne, seja ela de peixe, frango ou bovinos. Entretanto, ao contrário dos veganos, eles ainda contam com ingredientes de origem animal no seu cardápio.

Os vegetarianos podem ser divididos por diferentes categorias:

Ovolactovegetarianismo: Consomem ovos e laticínios na sua alimentação.

Lactovegetarianismo: Utilizam laticínios na sua alimentação.

Ovovegetarianismo: Consomem ovos na sua alimentação.

Vegetarianismo estrito: Não consomem nada que seja de origem animal na sua alimentação.

A principal diferença entre o vegetarianismo estrito e o veganismo é que o último além de não consumir alimentos com ingredientes animais, também muda o seu estilo de vida e não utiliza nada que seja obtido através da exploração ou crueldade animal, tais como: produtos cosméticos testados em bichos e roupas de couro ou com pelos de animais.

Como incluir pratos veganos no cardápio

Agora que você já sabe a diferença entre veganos e vegetarianos vamos te dar algumas dicas para incluir pratos que agradem esse público no seu cardápio.

Um cuidado muito importante ao montar o menu do seu estabelecimento é deixar especificado no cardápio todos os ingredientes que foram utilizados para a preparação de cada receita.

Dessa forma, o cliente pode avaliar melhor e ter a certeza de que não comerá nada que ele não queira.

Além disso, é legal deixar a possibilidade de personalização do prato em aberto, dessa forma você agrada tanto aos veganos quanto aos vegetarianos.

Por exemplo, você pode deixar como opcional a inclusão de ovos ou molhos com ingredientes de origem animal em hamburgueres.

10 ideias de pratos veganos para incluir no seu cardápio

  1. Risoto de Cogumelos
  2. Kibe de Berinjela e Tofu
  3. Nhoque de Abóbora Cabotiá
  4. Yakissoba Vegano
  5. Tofu à Portuguesa
  6. Strogonoff Vegano (com cogumelos ou palmitos)
  7. Massa Fresca ao Molho Sugo com Manjericão
  8. Escondidinho
  9. Pastéis
  10. Risoto de Legumes

Você encontra algumas dessas receitas e outras sugestões no Programa Opção Vegana da Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB).

Atraia clientes veganos com o App GoOut

Inserir opções veganas no seu cardápio não é o suficiente, é preciso divulgar para que as pessoas saibam onde encontrar e consumir.

O GoOut é uma excelente ferramenta para isso (lançamento em breve). Ele é um aplicativo gratuito utilizado por usuários para encontrar bares, restaurantes e eventos.

Ele é compatível com dispositivos móveis com sistemas Android ou iOS. Ao cadastrar o seu estabelecimento no aplicativo você aumenta as chances de alcançar clientes e não só os veganos e vegetarianos.

Os usuários podem pesquisar e filtrar os restaurantes de acordo com o que procuram, nesse caso seria opção vegana.

Considerações finais

Vale lembrar que não são todos os empreendimentos do ramo alimentício que oferecem opções de pratos totalmente livres de ingredientes animais.
Como já falamos em um post anterior sobre as novas tendências na alimentação (se não viu o artigo, clique aqui), se o seu estabelecimento oferecer algumas opções veganas, além de garantir um valioso diferencial em relação aos outros estabelecimentos, também poderá atrair novos consumidores, veganos ou não, que querem conhecer e ter novas experiências gastronômicas, uma vez que a busca por sensorialidade e prazer estará cada vez mais em alta por parte dos consumidores.